Seohyun debuta solo com um single que parece de Ariana Grande.

Antônio Lemos publicou isso há 11 meses.

Quando, no início de 2016, saíram rumores de que Seohyun (uma das vocalistas de Girls’ Generation, talvez minha favorita) faria seu debut solo no segundo semestre ainda de 2016, a maioria dos fãs ficou animado. Apesar das atividades na sub-unit, TTS, ela ainda não tinha mostrado suas ~ verdadeiras cores ~ para o público, a não ser em alguns covers durante a SMTOWN.

Cá estamos nós, um ano após os rumores, ouvindo o primeiro solo de Seohyun.

Sonoramente, Don’t Say No se assemelha dos trabalhos do primeiro álbum de Ariana Grande, Yours Truly, que por sua vez é como Mariah Carey soaria se tivesse debutado nos anos 2010. Seohyun se aproxima desse estilo desde que, em 2012, o primeiro single de TaeTiSeo, Twinkle estreou. Não é nenhuma surpresa que ela tenha seguido esta linha, a diferença é que Seohyun está mais madura, trabalhando mais ativamente na produção de suas músicas, com vocais melhores e pronta pra slay all your faves.

Mais um ponto positivo, é a diferença dos outros trabalhos já lançados pelas outras companheiras de grupo. Enquanto Taeyeon foca em baladas r&b/jazz, Tiffany libera sua Carly Rae Jepsen que só quer dançar (e gritar), Hyoyeon desvenda mistérios-térios, Seohyun foca em uma sonoridade Pop / R&B retrô, dos anos 90.

O mini-álbum, apesar de flutuar por outras influências, ainda soa semelhante à A-SIDE. Destaque para MAGIC (que ganhou uma coreografia, e provavelmente deve ser promovida como b-side nos programas musicais), Love & Affection (onde os vocais de Seohyun florescem por completo) e Bad Love.

Mal podemos esperar por mais da maknae da nação, #seohyunHWAITING.

 

Junte-se ao FansBR no Facebook

Discussão

Mais Conteúdo